Refrigerante causa celulite? Aprenda a preveni-la!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

Não é surpresa que má alimentação é uma das causas da celulite, um problema bastante comum entre mulheres. Com a alimentação errada, você pode manifestar os temidos furinhos ou ter a pele com aspecto de “casca de laranja” . No entanto, dentre os alimentos, será que o refrigerante causa celulite?

Sim, um dos itens mais consumidos pelo brasileiro, estando no top 5 do ranking, na frente de carnes, frutas e verduras. Muitos não conseguem viver sem, o que pode ser nocivo para saúde. 

Mas de fato o refrigerante causa celulite? Prossiga com a leitura do artigo e entenda mais sobre os alimentos que ocasionam esse problema. 

Refrigerante causa celulite?

Sim! Embora não seja a única causa, o refrigerante pode sim contribuir para o aparecimento de celulite, estrias e até problemas mais graves, como diabetes. Isso se dá devido ao excesso de açúcar, que também aumenta o risco do acúmulo de gordura no corpo. 

Além disso, o refrigerante apresenta sódio. Com seu excesso, o sódio contribui para a retenção de líquidos.

Refrigerante é a única causa da celulite? 

Ser um consumidor de refrigerante não fará a celulite aparecer sozinha. Contudo, ele contribui quando combinado com diversos outros fatores:

  • Predisposição à celulite;
  • Sobrepeso ou obesidade;
  • Hormônios;
  • Alimentação pobre;
  • Falta de hidratação.

Com isso, a sua preocupação não deve ser apenas o consumo excessivo de açúcar e sódio pelo refrigerante. Na verdade, você deve se preocupar com uma alimentação desbalanceada e pobre.

Como se forma a celulite?

“A celulite pode aparecer por causa do excesso de consumo de açúcar,  presente em várias bebidas além dos refrigerantes comuns.”

A celulite se trata de uma alteração da pele causada pelo acúmulo de gordura, edema e toxinas nas células. Com isso, elas ficam cheias e endurecidas – daí surgem os “furinhos de casca de laranja” nas pernas.

Essa alteração ocorre no tecido gorduroso sob a pele, o que leva ao consequente aumento do tecido fibroso. Não é uma condição grave de saúde, mas é algo que gera desconforto pela alteração na aparência.

O que mais pode causar celulite?

O que causa celulite, além da alimentação, são fatores internos, como alterações hormonais, uso de anticoncepcional e outras questões do organismo. No entanto, também existem fatores externos, como:

    • Consumo excessivo de álcool;
    • Tabagismo;
    • Sedentarismo;
    • Desidratação;
    • Estresse;
    • Poluição;
  • Alimentos que causam celulite (doces, gorduras, bebidas com gás, cafeína, sódio, carboidratos refinados);
  • Entre outras.

Onde ocorre a celulite?

O tal aspecto de “casca de laranja” ocorre geralmente na região dos glúteos e coxas, mas pode surgir em outras partes do corpo. Com isso, pode lhe causar baixa autoestima, devido à visibilidade do problema.

Além do aspecto, há outros sintomas como:

  • Parte do corpo mais fria que o normal;
  • Endurecimento da pele, com maior dor e sensibilidade.

Como a celulite costuma surgir na pele?

A celulite pode aparecer com aspectos diferentes, sendo eles:

  • Celulite flácida

Costuma ocorrer em pessoas com idade acima de 35 anos ou que perderam peso muito rápido. Além delas, pessoas sedentárias também apresentam flacidez muscular.

  • Celulite compacta ou fibrosa (fibrótica)

Apresenta um aspecto mais rígido, com mais fibras visíveis, e mantém o contorno corporal e a anatomia estética. Ocorre alteração de temperatura e dor ao toque.

  • Celulite edematosa

É a mais feia das celulites, com mais furinhos e depressões. A pele tem um aspecto mais estranho e há muita dor ao toque. Apesar da aparência, é a mais fácil de ser tratada, pois é apenas um problema de tecido congestionado com muita água.

  • Celulite mista

Por fim, a celulite mista traz características de diferentes celulites: flácida com edematosa ou compacta com edematosa.

Como diminuir a celulite: é possível em 4 dicas

Há diferentes tratamentos para celulite, mas você deve começar, antes de tudo, prevenindo que ela ocorra. Para isso, conte com uma dieta balanceada, prática de atividades físicas e consumo de 2 litros de água por dia.

E como diminuir a celulite? É também simples!

  • 1. Adapte seu cardápio para alimentos desintoxicantes e diuréticos

No seu cardápio, introduza alimentos desintoxicantes e diuréticos, ou seja, que ajudam a eliminar o excesso de líquidos e toxinas. Eles são:

  • Espinafre;
  • Tomate;
  • Maçã;
  • Laranja;
  • Alho;
  • Pepino;
  • Kiwi;
  • Etc.
  • 2. Pratique exercício

Com a orientação de um treinador ou professor de academia, faça exercícios aeróbicos como caminhada, corrida ou andar de bicicleta. Isso aumenta o gasto calórico e reduz a gordura acumulada.

Além disso, pode praticar exercícios localizados nas pernas e no bumbum.

  • 3. Realize a drenagem linfática

A drenagem linfática ajuda a eliminar o excesso de líquidos dentro do corpo, o que reduz de maneira visível a celulite. Pode ser feita manualmente ou com aparelho.

  • 4. Tratamentos estéticos

Conte com tratamentos estéticos que comprovadamente eliminam a gordura localizada nas pernas e bumbum, como:

  • Terapia Híbrida (Hybrius)
  • Andrus Criofrequência 

Essas técnicas utilizam a tecnologia de radiofrequência, que maleabiliza o tecido e desfaz as traves fibróticas. Além disso, o tratamento facilita a drenagem de linfa e de sangue, aumentando o metabolismo local. Desta forma, há uma melhora no aspecto da celulite. 

  • Conclusão

Agora que você já sabe que refrigerante causa celulite, sobretudo quando combinado a outros fatores, não esqueça de buscar hábitos mais saudáveis para a sua rotina diária.

Ainda têm dúvidas? Fala com a Adoxy pelo instagram!

LEIA MAIS

conheça as vantagens de contar com um aparelho de ultracavitação

O Que é e Para

O aparelho de ultracavitação é um ultrassom de baixa frequência...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba todas as novidades
da Adoxy no seu e-mail