Saiba como a metodologia ágil pode te ajudar a empreender na estética

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
cultura agil na estetica

Você sabe o que é metodologia ágil? De maneira geral, esse tipo de sistema visa criar processos para acompanhar o mercado e atender as experiências do consumidor. 

O universo da estética está vivendo um de seus melhores momentos, entretanto, isso resulta em ampla concorrência no mercado. A metodologia, embora não seja muito conhecida neste ramo, pode ser aplicada por empreendedores da área que querem se destacar, contemplar as novas demandas, bem como prospectar novos clientes. 

Neste artigo você entenderá mais sobre como a cultura ágil pode ser aplicada na estética e trazer benefícios para o seu negócio. Confira!

Ascensão do mercado da beleza no Brasil

Diversas pesquisas apontam o Brasil em expansão no mercado da beleza. Nos últimos anos, notou-se um aumento nos faturamentos, a abertura de novos negócios e um crescente número de consumo de produtos e de serviços no país. De acordo com o estudo realizado pela Euromonitor International, o Brasil é o quarto maior mercado de beleza e cuidados pessoais do ranking mundial, atrás apenas de Estados Unidos, China e Japão. 

Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) destacou que o segmento de saúde, beleza e bem-estar encerrou o primeiro trimestre de 2021 com faturamento 12,7% maior do que os números obtidos no mesmo período em 2020. O setor é uma das apostas de crescimento para os próximos anos em todo o mundo. 

Mesmo com um cenário que revela o desafio de um mercado mais competitivo, esse pode ser o momento ideal para aproveitar o maior interesse dos consumidores no universo da estética, não acha? É por esse motivo, que a profissionalização da gestão, bem como o conhecimento da realidade do setor e a compreensão das necessidades do cliente tornam-se imprescindíveis para garantir o sucesso de um negócio. 

É nesse cenário que a metodologia ágil aparece como aliada para os empreendedores da estética. Especialistas destacam que é possível adaptar processos que acompanhem a realidade de um mercado cada vez mais moderno e tecnológico e, também, atender às novas demandas dos consumidores.

Mas afinal, o que é metodologia ágil?

Na definição de especialistas, a metodologia ágil é responsável por criar processos que atendam o consumidor 4.0, aquele que necessita de resultados mais rápidos. 

“Os players do mercado de estética devem estar atentos às mudanças de comportamento do consumidor, assim como, às inovações tecnológicas que surgem a todo momento”, alerta o especialista em expansão de negócios e CEO da Adoxy, Paulo Oliveira. Ele destaca também que, através desse olhar, pode ser possível trazer melhorias e agregar mais valor aos produtos e serviços, tornando o setor mais veloz e rentável. 

Ainda de acordo com Oliveira, a metodologia ágil pode ser compreendida como um “conjunto de métodos e ferramentas utilizado para agilizar a entrega de projetos”. Segundo ele, o conceito é relativamente novo, tendo surgido nos anos 2000 como uma solução do mercado da tecnologia, com objetivo de oferecer mais dinamismo à gestão. Ao longo do tempo, as práticas dessa cultura foram aplicadas por empresas de outros setores, inclusive na estética.

Diferencial competitivo: metodologia ágil em prática na estética 

Mas como aplicar os conceitos de metodologia ágil no universo da estética? A implantação na prática requer a compreensão das transformações ocorridas nos últimos anos e do impacto que essas questões causaram no consumidor. 

O mundo tornou-se mais digital e esse processo tem sido ainda mais acelerado devido a pandemia da Covid-19, momento em que a tecnologia está presente no dia a dia das pessoas. Dessa forma, os negócios precisam refletir esse novo cenário e chega a hora de pensar em algumas questões. Você, por exemplo, introduz processos mais ágeis e tecnológicos, que priorizem a qualidade dos serviços, para os seus clientes? 

No mercado de beleza e cuidados pessoais, a adoção de uma gestão com foco na metodologia ágil tem sido difundida pelas beauty techs, empresas de base tecnológica que atuam no setor. Ao aliarem tecnologia e processos mais ágeis com foco no “user experience” – metodologia que busca o entendimento sobre o interesse e os desejos do consumidor –, essas empresas revolucionaram o mercado com produtos e serviços cada vez mais personalizados, responsáveis por sanar as dores de públicos-alvo que, até então, não eram contemplados.

Segundo o mestre em Gestão de Empresas, Alexandre Carrasco, os métodos ágeis permitem desenvolver projetos mais eficientes e contornar eventuais problemas que possam surgir no decorrer da execução. Por oferecerem mais flexibilidade e adaptabilidade, esses métodos são indicados sempre que há alguma possibilidade ou necessidade de mudança. “Assim, seu uso deve ser analisado e não há limitações de áreas”, explica. 

De acordo com Paulo Oliveira, além do dinamismo para ajustes destacados também por Carrasco, a metodologia ágil pode ajudar em diversas questões no mercado da estética. Bem como entrega de projetos e processos com mais velocidade sem abrir mão de qualidade e foco nas necessidades dos clientes através de interação e feedback. Ele pontua ainda que é possível obter uma gestão da inovação como um processo contínuo. 

O CEO da Adoxy destaca que, para quem deseja implantar essa metodologia no ambiente corporativo, é importante tomar algumas medidas como:  

  • Ouvir o mercado, os clientes, os colaboradores e projetar cenários; 
  • Estar atualizado com as tecnologias disponíveis que já impactam ou podem impactar o negócio; 
  • Definir objetivos estratégicos e de melhoria com seus indicadores e metas, para focar e gerenciar resultados; 
  • Liderar e engajar as equipes nos objetivos e na criação de soluções frente aos desafios; 
  • Dominar metodologias e ferramentas críticas como Scrum, Kanban, OKR, Lean e Gestão à Vista; 
  • Implantar sistemas BPM e CRM, que simplificam e controlam processos críticos alinhados com os princípios ágeis.

Além disso, tecnologias avançadas podem ajudar na implementação da metodologia ágil na gestão de um negócio de estética. No que diz respeito aos sistemas, eles precisam automatizar atividades a fim de melhorar a experiência do cliente. Assim como implementar inteligência artificial que possibilite a sugestão de protocolos de tratamento com maior taxa de sucesso. 

Já em relação à tecnologia nos equipamentos, Paulo Oliveira destaca a necessidade de diminuir o tempo dos tratamentos a fim de otimizar o tempo do paciente, além, é claro, de diminuir os riscos de intercorrência, trazendo resultados com maior índice de eficácia. 

Considera-se importante ainda trazer inovação constante, alinhada com a geração de valor para o cliente e para os negócios. Essas ações consolidam a cultura ágil nas empresas de estética.

Asgard EletroFit: o case da Adoxy

Diante de um cenário cada vez mais competitivo, os profissionais da área da estética precisam estar atentos não somente nas empresas que volta e meia surgem no setor, como também, e principalmente, naquelas ligadas a tecnologia. 

O chamado benchmarking, estratégia de avaliação de processos e gestão de outros negócios, em vias de um melhor desempenho, não deve ser restrito à concorrência direta. Afinal, investir em tecnologia e entregar resultados mais satisfatórios aos consumidores são prioridades da cultura ágil.

Um exemplo de case da metodologia ágil implantada pela Adoxy é o manípulo de criolipólise Asgard EletroFit. A tecnologia foi desenvolvida a partir da observação do mercado e do comportamento do consumidor 4.0, que exigia resultados reais, duradouros e impactantes. 

O vice-presidente da Adoxy, Thiago Gonzalez, explica que através do conceito sharing tech, o manípulo é capaz de se conectar com qualquer equipamento de eletroestimulação, eletrolipólise e microcorrentes do mercado. “Os resultados são imediatos, com a combinação de terapias atingindo diversos estímulos metabólicos.” 

Quando comparado com a criolipólise convencional, o Asgard EletroFit oferece mais vantagens. Além de otimizar o tempo do paciente, ao unir tecnologias diferentes em um aparelho, oferece conforto e proporciona maior gasto calórico, possibilitando o emagrecimento do paciente. 

Para as empresas, o aparelho é capaz de auxiliar no chamado “fast protocolo”, que é a adoção de protocolos que possibilitem resultados mais rápidos aos pacientes. Além disso, trata-se de um investimento que pode trazer um bom retorno financeiro.

Viu só como a metodologia ágil pode ser uma aliada para o universo da estética? Para mais conteúdos como esse acesse o nosso blog.

LEIA MAIS

Participe da discussão

2 comentários

  1. Adquiri meu Hibrius . A uma semana . Gostaria de sugestões de protocolos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba todas as novidades
da Adoxy no seu e-mail