Segurança do Paciente: 7 cuidados que você deve ter

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

Uma das coisas que mais preocupam os profissionais de estética é a segurança do paciente, por isso, listamos 7 cuidados para garantir que você e seu cliente estejam seguros durante os procedimentos.

Desde o ano de 2016 a ANVISA compartilha com o público o Relatório Anual de Denúncias em Serviços de Interesse para a Saúde. Desde 2016 o setor de estética lidera essas denúncias.

As denúncias mais graves do setor são em relação a equipamentos, pelo uso de equipamentos não regularizados, pela ausência de manutenções, pelo reuso de materiais descartáveis e até mesmo pelo uso de equipamentos proibidos. Todas essas denúncias colocam em risco a saúde do paciente e você não vai querer entrar nesse relatório.

Confira os 7 cuidados para garantir a segurança do seu paciente

1- Leia o manual do usuário

Entenda a sua plataforma antes de usá-la. O manual do usuário foi desenvolvido para explicar desde o conceito da tecnologia até a parametrização do equipamento. Quando você não conhece uma tecnologia, aumentam as suas chances de gerar uma intercorrência.

2- Utilize somente equipamentos registrados na ANVISA

Sabemos que o preço de alguns equipamentos não regularizados são tentadores, afinal eles não precisam se preocupar com toda documentação nem estudos clínicos para serem aprovados. O que você pode não saber é que eles colocam em risco a segurança do paciente. Todos os equipamentos da Adoxy possuem registro na ANVISA.

3- Realize manutenções regulares no seu equipamento

A Adoxy enquanto fabricante de produtos eletromédicos, prevê para seus equipamentos manutenções preventivas atreladas às horas de utilização do equipamento ou tempo de uso. Por exemplo: 2.500 horas ou 1 ano, o que ocorrer primeiro. Essas manutenções também estão ligadas a garantia da plataforma, caso não sejam realizadas perderão a garantia. Lembre-se, a segurança do paciente em primeiro lugar.

4- Não reutilize materiais descartáveis

Como o próprio nome já diz, esses materiais devem ser descartados após o uso, são os famosos consumíveis.

É o caso da membrana anticongelante na criolipólise. Você pode conferir os riscos de reutilizá-la aqui

5- Certifique-se de que seu equipamento possui dispositivos de segurança

Todos equipamentos da Adoxy possuem botões de emergência que podem ser acionados em casos extremos, quando a segurança do paciente estiver em risco.

Além disso, o Asgard Criolipólise é equipado com o CET (Controle Efetivo de Temperatura), um dispositivo de segurança que mostra exatamente a temperatura entregue no tecido do paciente.

6- Cuide da higiene da sua clínica

Você com certeza não confiaria sua saúde a estabelecimentos sujos, seu paciente também não. Essa questão envolve o descarte apropriado de materiais, lençóis e toalhas limpos, entre muitas outras coisas. Porque além da estética, essa é uma questão de saúde pública.

7- Esteja sempre com o seu paciente

Embora na estética a maioria dos procedimentos exija a participação do profissional, também existe o conceito “hands free” que acontece quando o profissional não precisa manipular o paciente.

É o caso da Criolipólise, basta parametrizar a plataforma. Independente disso, todo paciente deve estar acompanhado durante o procedimento. Não saia da sala, não fique no celular, dedique o seu tempo àquele cliente. 

A segurança do paciente deve estar sempre em primeiro lugar. Acompanhe o nosso blog para mais dicas como essa, não entre para a estatística da ANVISA, juntos podemos melhorar o cenário do setor.

LEIA MAIS

conheça as vantagens de contar com um aparelho de ultracavitação

O Que é e Para

O aparelho de ultracavitação é um ultrassom de baixa frequência...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba todas as novidades
da Adoxy no seu e-mail