Protocolo para glicação da pele: tire suas dúvidas

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

Qual o melhor protocolo para gligação da pele? Com tantos pacientes preocupados com a aparência do rosto, é extremamente importante que sua clínica esteja preparada para recebê-los e entregar os resultados desejados!

Quem não quer ter uma pele bonita e jovem hoje em dia? Com uma exposição cada vez maior (nas redes sociais, por exemplo) as pessoas buscam cuidar do aspecto da pele – principalmente do rosto – de uma maneira mais frequente.

Para aplicar o protocolo correto em seus clientes, é essencial entender o motivo do envelhecimento. Flacidez, rugas ou linhas de expressões? Fique esperto, pois o motivo mais comum dessas afecções, podem ser em decorrência de uma alimentação inadequada, causando a gligação da pele.

Protocolo de Radiofrequência para tratar pele glicada

A glicação degrada a produção de colágeno e elastina, justamente as principais proteínas responsáveis por manter a pele jovem e firme. Mas, para recuperar essas proteínas, protocolos que envolvem a radiofrequência ajudam a restabelecer elementos essenciais para a saúde do rosto.

Você possui radiofrequência em sua clínica e utiliza no protocolo para glicação da pele? Saiba que tecnologias comprovadas é o que fazem a diferença neste tipo de tratamento e por isso a dica do post de hoje é o Hybrius.

O Hybrius, aparelho de tratamento intensivo que atua no rejuvenescimento da pele, conta com uma potente ponteira de radiofrequência que utiliza a temperatura ideal para estimular a produção de colágeno e elastina no organismo.

Com a radiofrequência do Hybrius, uma camada mais profunda da pele é atingida, sendo assim, quando o assunto é glicação, essa é a tecnologia mais indicada.

Ele possui a frequência ajustável que consegue tratar flacidez da pele, rugas, cicatrizes, linhas de expressões e outras disfunções que a glicação pode provocar no rosto.

Para um protocolo poderoso de rejuvenescimento com Hybrius, é importante a manutenção da temperatura em torno de 39 a 50 graus por pelo menos 5 minutos na região a ser tratada (rosto, pescoço). Os intervalos entre as sessões podem ser em média em 15 dias.

Com a ponteira tripolar deste equipamento, é possível tanto prevenir o processo de envelhecimento, quanto tratar a pele que já foi prejudicada pela glicação, tornando as conexões de colágeno e elastina mais resistentes.

Ou seja, com esse tratamento é possível, através do aumento da oxigenação, a elevação da circulação sanguínea, consequentemente é possível conquistar uma neocolagênese (novas fibras de colágeno) e neoelastogênese (contração das fibras elásticas). Em outras palavras, deixamos a pele do paciente muito mais viçosa, nutrida e firme.

Protocolo para gligação da pele: sempre oriente seu paciente

O açúcar possui uma ação tão danosa que provoca inúmeras doenças, além de ser um dos principais responsáveis pela obesidade. Além disso, é um grande vilão para a pele. Isso mesmo, ele deteriora a parte interna do corpo e prejudica a aparência.

Desta forma, do que adianta aplicar protocolos estéticos efetivos se o paciente continuar uma alimentação desregrada?

A prática de exercícios físicos e alimentação balanceada rica em alimentos antioxidantes e vegetais, além do uso diário do protetor solar (inclusive, existem muitos com ação antioxidante que protegem e hidratam), contribuem na prevenção da glicação da pele.

Outro ponto importante, são os produtos antiglicantes. ​​Os antiglicantes são ativos que ajudam a evitar que o açúcar prejudique as moléculas de proteínas e ainda contribuem para atenuar os efeitos da glicação. Esses ativos protegem as proteínas e o DNA contra a glicação e também a formação de AGEs – produtos finais de glicação avançada, responsáveis pela alteração na função e aparência da pele. 

Desta forma, nossa dica é: nutra o seu paciente com informações relevantes enquanto realiza o tratamento da pele glicada!

Deixe sempre bem claro que para ter resultados expressivos, é necessário a colaboração não apenas da tecnologia estética, mas do próprio indivíduo também.

Avaliando minuciosamente seu paciente, orientando da maneira adequada e aplicando o tratamento com a radiofrequência da maneira correta, sua clínica certamente será uma referência em protocolo para glicação da pele.

Agora que você conheceu o jeito mais eficiente de tratar as afecções de uma pele glicada, continue acompanhando o blog da Adoxy e descubra outros protocolos poderosos para cuidar dos seus pacientes!

 

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba todas as novidades
da Adoxy no seu e-mail