Depilação íntima masculina: tudo o que não te contam sobre

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
depilação íntima masculina

Você, alguma vez, já ficou com vergonha pelo excesso de pelos na região íntima? Longe de ser um tabu, a depilação íntima masculina é mais que necessária: além de evitar mal-estar causado pelo excesso de pelos, que podem, inclusive, favorecer o mau cheiro, ela também previne infecções e dá uma maior sensação de liberdade para os homens. Se você tem dúvidas sobre como deve ser feita a depilação íntima masculina, está no lugar certo! Vamos explicar os melhores métodos para os homens que desejam viver com mais bem-estar.

Por que a depilação íntima masculina é tão importante?

Para quem ainda não se decidiu quanto à depilação, aí vai um recado: essa atitude vai muito além da estética, mas também traz benefícios para a saúde. Separamos, abaixo, algumas das principais vantagens.

Menor riscos de infecções

Um dos grandes destaques da depilação íntima masculina é, sem dúvida, a redução de infecções. Por ser uma região de difícil circulação de ar, e com excesso de transpiração, há um favorecimento no acúmulo de umidade. Trata-se de um ambiente perfeito para a proliferação de fungos e bactérias, aumentando o risco de problemas de pele, como micose.

Reduz odores

Como falamos acima, esse ambiente é ideal para a proliferação de micro-organismos, que também podem causar mau cheiro. Mais um ponto para a depilação íntima masculina!

O fim da coceira

A sua área íntima coça constantemente? O excesso de umidade e a pouca circulação, bem como a fricção entre os pelos e a roupa, podem favorecer coceiras. Esse é outro grande benefício da depilação íntima masculina.

A depilação íntima masculina também pode diminuir o encravamento do pelo, irritações de pele, e a própria foliculite – uma infecção localizada nos folículos pilosos. Mas, para que isso realmente aconteça, é importante escolher com cuidado o método utilizado.

Agora, vamos falar da melhor forma de realizar a depilação íntima masculina.

Depilação íntima masculina: qual método escolher?

Existem muitas formas de retirar os pelos, mas, dependendo do método, os problemas citados acima podem piorar. Lâmina de barbear ou cera, por exemplo, deixam a pele mais sensível, causam coceiras, irritações e ainda aumentam os riscos de infecções.

Essa leitura também pode te interessar: Cera e lâmina – os vilões da sua saúde

Dessa forma, a depilação definitiva pode ser uma grande aliada! Hoje a técnica mais moderna de eliminar os pelos definitivamente é com a Depilação a LED, através do Holonyak.

Respondemos às principais perguntas sobre o procedimento.

Dói?

Devido à tecnologia “extreme cooling”, de ponteiras resfriadas, a depilação a LED consegue agir como um efeito anestésico, oferecendo mais conforto durante a aplicação.

Qualquer pessoa pode fazer?

Pacientes de qualquer tom de pele podem fazer a depilação a LED, incluindo com peles sensíveis. Um avanço na depilação definitiva, que antes não era indicada para negros ou morenos, que costumavam sentir muita dor durante o procedimento.

Em quais locais do corpo ela pode ser feita?

Em praticamente todo o corpo: face, pescoço, peitoral, abdômen, braços, base peniana, virilha, axilas, costas, ânus, glúteos, pernas, ombros, pés e mãos.

Quanto tempo de tratamento?

A duração do tratamento vai variar de acordo com cada paciente e fase de crescimento do pelo, mas tem uma média de 6 a 10 sessões, que tendem a ser mensais.

Os pelos nunca mais voltam a crescer?

Os pelos tratados nunca mais retornam ao corpo. No entanto, por questões hormonais, novos pelos podem voltar a crescer. Por isso, em todas as depilações definitivas, há a necessidade de uma rápida manutenção, que tende a ser anual, dependendo do paciente.

Viu? Depilação íntima masculina está longe de ser tabu! Sobretudo, ela tem relação direta com saúde e higiene, além dos benefícios estéticos!

Ainda tem dúvidas sobre o tema? Então deixa aqui nos comentários pra gente!

LEIA MAIS

conheça as vantagens de contar com um aparelho de ultracavitação

O Que é e Para

O aparelho de ultracavitação é um ultrassom de baixa frequência...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba todas as novidades
da Adoxy no seu e-mail