Como Combater a Celulite Fibrosa – o que é e como tratar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

Você já deve ter se deparado em sua clínica com uma queixa muito comum, principalmente entre as mulheres: a temida celulite. Você sabe identificar os diferentes tipos de celulite? Sabe identificar e como combater a celulite fibrosa? Descubra nesse post.

Existem alguns tipos e classificações dessa disfunção estética. Hoje, com a ajuda da nossa super parceira, Professora Cristiane Rocha, vamos abordar especificamente a celulite fibrosa.

O que é celulite fibrosa

Também conhecida como fibro edema gelóide fibroso, é caracterizado pela hiperpolimerização da substância fundamental amorfa, que é o “líquido” intersticial (situado entre as células) do tecido conjuntivo.

Note que a palavra líquido ficou entre aspas no parágrafo acima, pois não se trata necessariamente de uma substância líquida, mas sim de um gel viscoso, podendo variar de forma fluida a semi sólida.

Na celulite fibrosa, a substância fundamental caracteriza-se por estar mais espessa, mais viscosa, mais geleificada. Com isso as trocas metabólicas entre os capilares e as células torna-se mais difícil. Como as trocas de gases e nutrientes não ocorrem de forma eficiente, há uma retenção de toxinas e resíduos metabólicos no tecido.

Somado aos septos fibrosos e ao colágeno endurecido, o resultado é uma região enrijecida, com nódulos e intumescimento do tecido. Ocorrem também ramificações fibrosas entre os lóbulos que separam os adipócitos, aprisionando essas células de gordura, podendo causar dor na região.

Como combater a celulite fibrosa?

Em primeiro lugar, é preciso falar com a sua paciente sobre a conscientização de uma vida saudável, incluindo a prática de exercícios físico e alimentação balanceada em sua rotina.

Em paralelo a isso você pode oferecer à sua cliente tratamentos consagrados como a radiofrequência e a ultracavitação.

Levando em conta o caráter multifatorial da celulite fibrosa, a Adoxy, desenvolveu o Hybrius! Único aparelho no mundo a reunir os benefícios da ultracavitação, radiofrequência e lipoled simultaneamente.

A ultracavitação reduz a geleificação da substância fundamental devido ao efeito tixotrópico, transformando materiais viscosos em mais fluidos.

Já a radiofrequência melhora a qualidade do colágeno, é importante ressaltar que sua temperatura não pode passar de 38ºC durante o tratamento. Já o lipoled tem afinidade para tratamento e redução do tecido adiposo, consequentemente auxiliando no desprendimento dos adipócitos nos septos fibrosos.

Esses recursos agem nos diversos fatores fisiológicos da celulite fibrosa, conseguindo resultados eficientes e progressivos.

Agora que você já sabe como combater a celulite fibrosa, conheça melhor o Hybrius e suas demais indicações no tratamentos de disfunções estéticas!

LEIA MAIS

Participe da discussão

8 comentários

    1. Obrigada, Rita!
      Ficamos felizes em saber que esse conteúdo te ajudou!

  1. Sofro com estrias e celulite e tenho muita vergonha do meu corpo principalmente na praia…É muito constrangedor ver as pessoas olhando. Sempre estou em buscas de soluções e esse artigo me ajudou muito com as dicas. Obrigada!

    1. Obrigada, Sabrina! Estamos aqui para te ajudar, pode contar conosco.

  2. Olá boa noite !! Adorei a matéria…as explicações. Eu já tinha estudo há anos atrás…foi ótimo dá uma revisada. Posso associar a radiofrequência com a ultrassom? Uma semana a radio e na outra a ultrassom mais massagem modeladora?

    1. Bom dia, Marlene!
      Pode sim, melhor ainda é você utilizar tanto a radiofrequência e o ultrassom na mesma aplicação, com a Terapia Híbrida. Lembrando sempre de avaliar a celulite do seu paciente, assim você consegue saber se ela é flácida, logo utilizaria a radiofrequência para estimular a produção de colágeno na área tratada. Caso a celulite for mais compacta pode utilizar o ultrassom. Se for edematosa, em alguns casos, compensa substituir a massagem modeladora por uma drenagem linfática.

  3. Bom dia,gostei muito do esclarecimento ?
    A utilização da pressoterapia ajuda,uma vez que eu não sei fazer massagem linfática?

    1. Bom dia, Rosangela!
      A drenagem linfática mecânica, ou pressoterapia é um sistema de compressão mecânica controlada que promove o processo natural de drenagem, se sua cliente tiver as indicações para a utilização da tecnologia ela é bem vinda ao protocolo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba todas as novidades
da Adoxy no seu e-mail