Colágeno: é possível prevenir rugas e flacidez?

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Banco de colágeno

Banco de colágeno? Como é possível montar uma reserva dessa proteína tão importante para o corpo? 

Imagina tratar rugas no seu paciente que ele ainda nem tem? Estamos falando de prevenção e de deixar o seu cliente feliz e radiante por muitos e muitos anos.

Você, como profissional da área de beleza e estética, já deve ter percebido que os cremes anti-idade começam a partir dos 25 anos.

É a partir dessa idade que a produção de colágeno começa a ficar mais lenta e vai piorando com o passar do tempo. 

Por isso, cada vez surgem pacientes mais jovens procurando tratamentos não invasivos para rejuvenescimento.

Sim, é possível garantir uma poupança de colágeno e vamos te contar como!

Está preparado? Ao final desse texto você vai saber como fazer o banco de colágeno com um protocolo especial da ponteira de radiofrequência do Hybrius e ensinar para o seu paciente como manter o saldo desse banco positivo.

O que é o colágeno?

O colágeno é a proteína responsável por garantir a firmeza e elasticidade da pele. A partir dos 25 anos sua produção fica cada vez mais lenta no organismo, contribuindo para o surgimento de rugas, flacidez, além do enfraquecimento de unhas e cabelo.

Por que o corpo reduz a produção de colágeno?

Com o passar dos anos a produção  de colágeno cai expressivamente, isso acontece porque os fibroblastos, células produtoras dessa substância, começam a reduzir sua capacidade progressivamente.

Uma desorganização do tecido conjuntivo, associada à alteração da comunicação entre as células e a matriz extracelular, gera um metabolismo celular anormal, onde os mecanismos de homeostase são comprometidos.

No processo de envelhecimento ocorre uma degradação da matriz extracelular ereticulação das fibras de elastina, gerando o aspecto com perda de elasticidade, cuja taxa de renovação é lenta e fraca. 

A Matriz Extracelular pode exercer diversas funções, como: suporte, separação de tecidos, regulação das comunicações e desempenho das células, assim como o crescimento e a cicatrização dos tecidos.

A perturbação da matriz extracelular gera um significativo declínio do equilíbrio metabólico, uma perda de homeostase tecidual, que traduz nomeadamente por um rendimento energético reduzindo a perda da capacidade de adaptação e renovação.

A boa notícia é que, apesar da pele mais madura com o passar dos anos, uma pele de 25 a 30 anos já está pronta para estocar colágeno e ter um tecido de maior qualidade,  respondendo de forma mais efetiva aos tratamentos quando atingir uma idade mais avançada.

Alguns procedimentos estéticos ajudam a abastecer o Banco de Colágeno, uma medida que estimula a reserva dessa proteína diminuindo gradativamente os efeitos do envelhecimento.

Como construir um banco de colágeno?

Temos que pensar no banco de colágeno como uma “poupança”, em que quanto antes você investir, maior segurança e retorno terá no futuro.Sendo assim, quanto antes começarmos com o tratamento de estoque desse colágeno, melhor será a resposta quando o tecido estiver envelhecido. 

A radiofrequência do Hybrius é perfeita para depositar colágeno na sua “poupança” e ter um banco de colágeno mais rico. Associações com nutracêuticos e dermocosméticos são de grande valia. Para a elaboração de um banco colágeno mais rico, indicamos a utilização de silício orgânico, vitamina c e ácido hialurônico para manutenção e nutrição do banco de colágeno. 

Para retardar o envelhecimento da pele é essencial opor-se a degradação contínua e fisiológica das células, sendo que o banco de colágeno com a RF da plataforma híbrida agirá como antiaging, prevenindo o envelhecimento cutâneo e estimulando a síntese de colágeno e elastina. 

A radiofrequência do Hybrius contém uma frequência ajustável de 1-40 MHz onde podemos parametrizar exatamente o tecido em questão a ser tratado, juntamente com uma potência de 450W, uma das maiores do mercado. 

A forma de aplicação será com glicerina líquida, em movimentos ascendentes da face, atingindo a temperatura do estímulo de colágeno que é 40 a 42ºC, mantendo por 5 minutos na região.

Cuidados para manter o saldo positivo

É preciso tomar alguns cuidados para que a sua paciente não desperdice toda a produção da proteína produzida para a poupança.

Confira os mais importantes:

  • Evitar exposição ao sol: os raios ultravioletas são nocivos à pele e à derme (camada mais profunda da pele na qual o colágeno se encontra). Ao se expor à luz solar, a estrutura do colágeno é danificada, prejudicando a sustentação da pele;
  • Realizar treinos anaeróbicos para a musculatura do rosto;
  • Manter uma alimentação saudável, rica em verduras, legumes, frutas e proteínas magras;
  • Manter a pele sempre hidratada. Para saber a quantidade ideal de água a ser ingerida, basta multiplicar 35ml de água para cada quilo de peso.

É preciso conscientizar seus pacientes de que quanto mais cedo a poupança de colágeno for construída, melhor será no futuro.

Importante ressaltar também a necessidade de uma avaliação bem feita com relação ao seu cliente e desenvolver protocolos individualizados, mas para uma produção dessa poupança é necessário realizar as sessões apenas uma vez ao mês.

Quer entregar resultados impactantes para os seus clientes? Conheça a ponteira de radiofrequência do Hybrius.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba todas as novidades
da Adoxy no seu e-mail