4 Dicas Para Gestão de Clínicas de Estética

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
registro da anvisa

Quem sabe fazer a gestão de clínicas de estética pode obter muito mais sucesso e lucratividade nesse segmento. Afinal, qualquer atitude mal pensada pode comprometer o desenvolvimento do seu negócio.

Confira no artigo quatro dicas para administrar o seu espaço com maior segurança! 

Como fazer uma boa gestão de clínicas de estética?

Uma boa gestão de negócios em clínicas de estética, assim como em qualquer outro empreendimento, deve seguir um planejamento adequado para alcançar os resultados desejados e, consequentemente, o lucro. 

É necessário adotar um conjunto de estratégias a fim de reduzir custos e melhorar, sobretudo, o posicionamento da clínica no mercado. 

Abrir um negócio é até relativamente fácil, mas será que você sabe como gerenciá-lo a caminho do sucesso? Veja abaixo quatro algumas dicas para isso: 

1. Delimite muito bem os setores

Parece óbvio para você que para um negócio funcionar é necessário delimitar as funções e áreas de cada? Pois bem, para muitos, esse ponto não é importante.

Não é só de atendentes que se faz uma clínica de estética. Há muitas áreas que precisam ser observadas com a devida atenção, como a recepção, o controle de produtos, limpeza do espaço, administração dos serviços e comercial, entre outras. 

Antes de começar a funcionar, veja se todos esses setores estão bem definidos. A falta de cuidado em um deles pode gerar inúmeros contratempos inesperados para você. 

2. Automatize processos

O uso da tecnologia para a gestão de clínicas de estética é muito bem-vinda. Além de possibilitar uma maior organização e produtividade, isso economiza tempo! 

Há diversos softwares, aplicativos e plataformas que podem ajudar na rotina diária da clínica, como, por exemplo, agendamento de consultas, histórico de cliente, entre outros. Então, vale a pena usar a tecnologia a seu favor.

3. Mapeie os custos

Você sabia que mapear as despesas é uma boa solução para a gestão de negócios? Se você percebeu um aumento na conta de luz, por exemplo, em relação ao mês anterior, possivelmente algo aconteceu. 

Tente identificar o que pode ter ocasionado o aumento para, assim, evitar gastos desnecessários. No fluxo de caixa mensal, esse valor fará muita diferença. Atente-se! 

4. Aprenda a cobrar

Um erro bastante comum cometido por esteticistas é precificar de forma errada os serviços. Muitos empreendedores iniciantes deixam de incluir no valor do tratamento a própria mão de obra. Sem contar custos como energia elétrica, aluguel, salários, etc.

Em outras palavras, eles analisam o quanto gastam com energia elétrica, insumos e outros aspectos, e só consideram esse valor. O resultado é cobrar um preço menor dos clientes, o que faz com que o retorno financeiro seja baixo. Então, não deixe de considerar o seu trabalho e o quanto ele vale. Para facilitar, você pode cobrar por hora. 

Veja outros conteúdos focados no segmento da estética aqui no blog da Adoxy!

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba todas as novidades
da Adoxy no seu e-mail